10/06
2010
Teatro “A Consulta sem ética”

Nesta história, Arthur Azevedo narra a cômica aventura de um pobre advogado ético e honesto, cuja clientela é composta por pessoas pobres, injustiçadas e corrompidas pela sociedade e, como se não bastasse ter que conviver com a falta de dinheiro, ainda tem como vizinho de seu humilde escritório, um médico atrapalhado que coleciona antiguidades e, ao mexer em seus vários objetos, o interrompe a todo instante impedindo que se concentre na difícil análise do processo de um funcionário acusado de roubar os cofres públicos.
Em determinado momento, é surpreendido por uma mulher que confunde seu escritório com o consultório do médio vizinho. O advogado, a princícipio, tenta esclarecer o mal entendido, mas é sempre interrompido pela tal moça. Então, seduzido pela beleza da desconhecida, ele acaba fazendo-se passar pelo médico par tentar conquistá-la, envolvendo-se em situações cômicas e atrapalhadas. O problema é que sempre que se encontra no auge da paquera e prestes a conquistá-la, acaba sendo interrompido por seu secretário (uma estagiária na área de Direito que se passa por homem para conseguir um emprego).
A História mostra os problemas que uma pessoa pode causar por falta de ética.


Autor: Orientação
Categoria: Agenda e Eventos, Evento, Unid. 1 - 6º ano ao 9º ano

Comentar